Chamado geral para a 11ª Semana de Resistência Osama Bin Reggae

Na 11ª Semana de Resistência Osama Bin Reggae serão organizados debates, performances coletivas, oficinas, filmes, transmissões, ressignificação da rua, dos corpos e da vida. Ocupemos as ruas: vândalxs, trablhadorxs, artistas, arruaceirxs, baderneirxs, mascaradxs, manifestantes, resistentes. Todxs convidadxs para discutir, refletir, somar e trocar experiências sobre as inúmeras formas de fazer política nas ruas.

Vândalo é o Estado, terrorista é a polícia!

Saiba mais em: http://varzea.radiolivre.org/2013/08/29/chamado-geral-para-a-11a-semana-de-resistencia-osama-bin-reggae/

2ª Reunião da Rádio da São Remo! cancelada!

INFORME: Por motivo de força maior a reunião do dia 05/maio precisou ser cancelada. Em breve enviaremos a data da próxima.
Pedimos desculpas pelo aviso tão em cima da hora =/
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Pessoal!

Este domingo, dia 05/maio, às 11h no Projeto Alavanca temos a 2ª Reunião para pensar e botar no ar uma rádio livre na São Remo!

Traga sua voz!

Arrepia e inspira — estamos iniciando nossas transmissões

de: http://varzea.radiolivre.org/2013/01/01/arrepia-e-inspira-estamos-iniciando-nossas-transmissoes/

A Rádio Várzea Livre do Rio Pinheiros 107,1 fm tem o orgulho de iniciar suas transmissões em 2013 publicando uma de tantas das nossas construções coletivas e horizontais.

Poderia ser um manifesto, uma nota de apoio, ou mesmo uma referencia a tantas lutas que nos inspiram, todavia é algo que não está longe, que nos é palpável, que nos propiciou e propicia a a oportunidade de andarmos lado a lado, que nos mostra que se unir frente aos inimigos (e tem uma par), independentemente do front em que combatemos, é sempre mais importante, mais bonito, mais politico, mais verdadeiro!

Essa transmissão tem o intuito de dizer que somos LIVRES, que SOMOS RÁDIO, e que em 2013 correremos fortemente na pegada, juntos e misturados com todos que assim como nós procuram um mundo horizontal, autogestionado, abaixo e a esquerda.

Por isso temos o prazer de compartilhar o texto que escrevemos para o livro recém lançado pelas Mães de MaioMães de Maio, Mães do Carcere – A Periferia Grita, que em sua luta incessante por um mundo onde caibam muitos mundos, nós mostra que não estamos sós e nem mal acompanhados, como dizem nossos parceiros do XEMALAMI.

Eis, então, o texto publicado:

O respeito pela militância das Mães de Maio sempre foi motivo de conversas nos programas e reuniões da Rádio Várzea Livre do Rio Pinheiros.

A cada dificuldade que temos em nosso dia a dia, enfrentando aqueles que querem nos calar sistematicamente, a cada desânimo que temos no nosso dia a dia militante com as contingências cotidianas para os membros de um coletivo que tentam se organizar à margem e para além dessa sociedade – nestes, e em outros tantos momentos, pensamos nas Mães de Maio.

Arrepia e inspira.

Continue lendo