NÃO AO GOLPE! BUROCRACIA MANOBRA VOTAÇÃO NO C.O. E APROVA DESVINCULAÇÃO DE HRAC À USP

Via Facebook de CEGE USP

O C.O. desta terça-feira, 26.08, foi convocado para que fosse discutido e deliberado sobre as desvinculações dos hospitais universitário à USP, a implementação do PDV (Plano de Demissão Voluntária) e o reajuste salarial dos trabalhadores e docentes da universidade. 
O conselho ocorreu no IPT, no qual uma grande manifestação foi convocada por estudantes e funcionários e contou com a participação massiva dos alunos da Medicina e Odontologia, além dos trabalhadores dos hospitais, parte dos principais afetados caso tal desvicunlação fosse aprovada.
Por volta das 17h, a manifestação que já contava com mais de 2 mil pessoas foi recebida com a gratificante notícia de que as desvinculações haviam sido retiradas das pautas e só voltariam a ser discutidas em C.O. após 30 dias, período no qual um amplo debate devaria ser realizado. Satisfeitos, muitos manifestantes deixaram o local, quando após cerca de uma hora a notícia de que a desvicunlação do HRAC havia sido aprovada foi passada no caminhão de som. Momentos depois, os RD’s dos trabalhadores e dos estudantes chegaram e confirmaram tal notícia, esclarecendo que através de uma manobra da diretora do FOB (Faculdade de Odontologia de Bauru) e do Zago, a proposta da desvinculação apenas do HRAC poderia ser realizada, pois foi alegado que “não havia necessidade de debater o assunto”. Os RD’s fizeram questões de ordem alegando que isso já fora retirado das pautas, quando Zago respondeu que não acataria tal questão, pois tinha poderes absolutos de retirar ou colocar propostas, que a desvinculação seria votada e após isso o C.O. seria encerrado.
Contando com o apoio dos tecnocracas canalhas sem catáter da burocracia uspiana (dentre eles, o nosso ilustre diretor Sergio Adorno), a proposta foi aprovada por ampla maioria (dentro da cupula minoritária com interesses sórdidos que cumpunha tal espaço). Como prometido, após isso o conselho foi encerrado e uma reunião para próxima terça, 2.9, marcada.
Ainda muito tristes e emocionados, trabalhadores e estudantes mobilizados encerraram a manifestação, com a vitória parcial da discussão da desvicunlação do H.U. prorrogada, e a amarga derrota da perda do HRAC.

CERVEJADA CANCELADA, FOCO NA LUTA!

A assembleia da FFLCH marcada também para esta terça não ocorreu, primeiramente pela não adesão da maioria dos cursos da FFLCH a sua realização, e segundo pela manifestação no C.O., que era prioridade, ter ocorrido até a noite. No entanto, estudantes da Geografia reunidos naquele espaço optaram pela não realização da cervejada contra o arrocho que ocorreria na quarta. Tal decisão foi tomada levando em conta que a cervejada foi marcada antes de sabermos que o calendário da semana contaria com um evento muito importante na quarta: a reunião de negociação na ALESP. Portanto, ficou decidido que daremos peso a tal evento e iremos para ALESP deixar claro que NÃO ARREGO! NOSSA LUTA É JUSTA!

AUDIÊNCIA NA ALESP, 4F: ônibus saírão da USP às 13h. Concentração em frente ao MAC.
_CEGEUSP

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta