[USP] Chamado para formação de chapas de Centros Acadêmicos

Nós, estudantes de diversos cursos da USP e que nos organizamos coletivamente no Rizoma, escrevemos este chamado a todos que defendem um movimento estudantil combativo, que impulsione as pautas de classe – como cotas e permanência – e que acreditam na importância da luta em unidade com os trabalhadores. Que acreditam na importância da nossa auto-defesa frente aos ataques dos governos, patrões e reitores que colocam a polícia para reprimir os movimentos e ameaçam os espaços de organização estudantil tentando sequestrar nossa autonomia. Escrevemos para os estudantes que acreditam que os Centros Acadêmicos podem ser importantes ferramentas para organizar as lutas apesar de atualmente estarem longe disso, mas que estão dispostos a se engajarem para mudar essa situação. Fazemos um chamado para formarmos chapas para disputar os Centros Acadêmicos em diversos cursos.

Nós queremos formar chapas para as eleições de CAs, pois grande parte da escassa mobilização estudantil na USP é, ao nosso ver, culpa das direções que estão atualmente nas entidades de base estudantis. Estamos em uma conjuntura nacional de crise, que se intensificará no próximo período: demissões e cortes de salário viraram regra geral para as mais amplas categorias. Nós iremos nos formar na graduação e o futuro que nos aguarda é de desemprego ou então de trabalhos precarizados e terceirizados. A luta de hoje dos trabalhadores, será a nossa amanhã, portanto é fundamental unificarmos nossas forças desde agora! Não é mais possível que os Centros Acadêmicos sejam controlados por estudantes que defendem o mesmo projeto político que os setores que nos atacam! As gestões vinculadas ao PT e suas correntes de juventude querem manter o movimento de estudantes bem longe das mobilizações nacionais que estão cada vez mais questionando o governo petista. Sem contar que diversos Centros Acadêmicos atualmente tem total repulsa pelo conjunto do Movimento Estudantil, ignorando a própria função do CA que é articular os estudantes com o movimento mais amplo.

Também temos na USP gestões de Centros Acadêmicos que parecem fugir dos estudantes e se negam a realizar assembleias de curso e até mesmo a realizar atividades de debate político e de formação. Ignoram que grande parte dos estudantes terão na universidade seu primeiro contato mais profundo com a vida política e que parte das tarefas das gestões de CAs é incentivar esta formação, realizando atividades, mas também mantendo os estudantes informados das mobilizações através de jornais, panfletos e boletins que consigam chegar até os estudantes que por diversos motivos não conseguem participar de forma mais orgânica com a vida política no curso. Não significa que estas pessoas são despolitizadas, mas é papel da gestão conseguir pensar em estratégias para que os estudantes consigam se engajar nas lutas que os afetam diretamente.

São os estudantes que trabalham e aqueles que são filhos de trabalhadores os mais duramente atacados pelos ataques da reitoria. A falta de contratação de funcionários e as demissões através do PIDV tem nos afetado diretamente, com as imensas filas nos bandeijões, fechamento das creches e trabalho redobrado para os estagiários e bolsistas. As bolsas de permanência estudantil nunca tiveram valores que realmente atendessem às necessidades e a ausência de reajuste faz com que elas sejam corroídas pela inflação e pela especulação imobiliária dos locais disponíveis para alugar no perímetro da universidade. São diversos os ataques, e é preciso que os Centros Acadêmicos voltem a assumir a tarefa de organizar a resistência dos estudantes para que, lado a lado com os trabalhadores, voltem a questionar este sistema falido, chamado capitalismo, e se atrevam a voltar a falar em revolução.

Nós fazemos um chamado aos estudantes combativos. Aos estudantes que já carregam em sua geração a história de ter construído as lutas de junho de 2013 e que podem fazer muito mais! Mas para isso é preciso organização e coragem, é preciso ousar lutar e ousar vencer!

Vamos construir em cada curso os pilares de luta que tanto faltam ao movimento estudantil uspiano!
NÃO TEM ARREGO!

—-
Escreva para rizoma@riseup.net ou mande uma mensagem pelo nosso facebook: f.com/rizomatendenciaestudantil avisando qual o seu curso e seguimos conversando para formar as chapas!

AVANTE!

Em PDF: chamado-cas

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.